Afinal, o que é design de ambientes?

Muitas vezes nem notamos, mas o design de ambientes está presente na maioria dos espaços que frequentamos, sejam eles ambientes residenciais, comerciais ou institucionais. O design está, por exemplo, no interior de um avião, de um carro ou navio, presente na organização de um supermercado, de grandes e pequenas lojas.

definição design de ambientes e interiores
O que é design de ambientes? Imagem: Fonte
O termo “design de ambientes” pode ser compreendido com área ou “especialidade do design com foco no desenvolvimento de diferentes tipos de projetos para espaços, sejam eles internos ou externos”. No entanto, de forma simples, podemos dizer que ele é a ferramenta estratégica que as empresas utilizam para projetar ambientes  que atendam as necessidades estéticas, culturais e emocionais dos usuários.

E nesse contexto, o designer de ambientes tem papel fundamental. Sua atuação vai desde a compreensão das demandas e dos processos, tendo como função identificar quais as reais necessidades dos usuários, clientes, das atividades que serão desempenhadas no espaço e do próprio espaço, até a recomendação de intervenções que promovam melhorias nas estruturas dos empreendimentos. Sua atuação vai além das questões estéticas e busca por soluções de problemas relacionados à funcionalidade, ergonomia e viabilidade. 

perspectiva 3D
Exemplo da atuação do designer de ambientes em um ponto de venda.  Imagem: Viés Design
E todo esse processo acontece de forma multidisciplinar, uma vez que o designer atua, em conjunto, com profissionais de áreas do marketing, arquitetura, engenharia e gestão. Deve haver também a colaboração dos clientes e dos usuários, de modo que os conhecimentos sejam somados e gerem soluções eficazes. 

multidisciplinaridade
Relação do Design com outras áreas. Imagem: Fonte
Além das vantagens para os usuários e clientes como o conforto, a segurança e qualidade de vida - o design proporciona, para os ambientes comerciais e empresariais, condições competitivas, otimização de custos e eficácia na comunicação da imagem da empresa. Algumas dessas vantagens são: 

      Potencialização das vendas, conquista e fidelização de clientes e consolidação da identidade da marca;

      Geração de diferenciais competitivos, aumento da lucratividade, otimização do espaço;

      Potencialização da produtividade, redução de custos, melhoria na qualidade das atividades e criação de melhores condições de trabalho.

Afinal, o design de ambientes é hoje um recurso estratégico fundamental para aumentar o potencial competitivo, para se alcançar inovação, qualidade e criar identidade. 

2 comentários:

  1. Só uma dica. Alterem Planejamento de Estoque para Planejamento da Área de Estoque.

    ResponderExcluir

Copyright © 2014 Viés Design and edited by De duas,uma.